Hospital do Açúcar orienta sobre doenças renais em ação do Dia Mundial do Rim

Ação Dia Mundial do Rim

Hospital do Açúcar orienta sobre doenças renais em ação do Dia Mundial do Rim

12:05 16 março in Últimas Notícias

O Hospital do Açúcar realizou junto ao PRONEFON – Serviço que atende pacientes em Tratamento Renal Substitutivo (TRS) e de hemodiálise na instituição – uma ação de orientação à prevenção de doenças renais em comemoração ao Dia Mundial do Rim, na manhã desta quinta-feira (10). A campanha foi promovida de acordo com o tema deste ano: “Prevenção da doença renal começa na infância”, delimitado pela Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN).

A assistente social do PRONEFON, Aline Moraes, explica que o tema alerta para os cuidados que devem ser tomados desde a infância, já que complicações renais decorrem de hábitos que começam a ser praticados em idade infantil.

“Os problemas renais que as pessoas têm na fase adulta certamente são reações das práticas alimentares e hábitos praticados desde a infância, e muitos não sabem disso. Cada vez mais vemos crianças hipertensas, diabéticas, obesas, fatores que condicionam diretamente a problemas de saúde renais”.

Na ocasião, pacientes e visitantes do Hospital do Açúcar aferiram a pressão e a glicemia com o apoio de estudantes de enfermagem e medicina da Universidade Tiradentes, também parceira da ação.

“Aqui eles têm a oportunidade de saber como anda sua pressão arterial e glicose e são orientados sobre qual o melhor tipo de alimentação e quais hábitos saudáveis podem ser aderidos, para que a prevenção seja realizada de maneira conjunta, com alimentação e exercícios físicos, por exemplo, e que a partir dessa orientação, esses adultos, sendo pais e avós, levem para a casa e para suas crianças o que foi passado aqui, pois eles têm um papel importante nessa reeducação”, explica a assistente.

Enanci Eraldo dos Santos, de 49 anos, participou da ação. Ela sofre problemas de cálculo renal há 10 anos e é hipertensa desde o mesmo período. Para ela, a maior dificuldade é encontrar orientações sobre quais procedimentos tomar para amenizar o problema.

“Acho importante um momento como esse, porque a gente acaba sabendo a quem recorrer e o que fazer, geralmente vou ao médico somente quando sinto muita dor e corro para emergência, mas agora, por exemplo, estou me cuidando mais, frequentando uma nutricionista e com o acompanhamento dela já perdi alguns quilos e meu cansaço, que sempre tinha muito, foi embora”, afirma Enanci.

Em Alagoas, poucos são os serviços direcionados às crianças. O Hospital do Açúcar oferece os serviços de Tratamento Renal Substitutivo e de hemodiálise em adultos, que são tratamentos diferentes aplicados às crianças.  A assistente social ressalta a importância de uma visita constante ao pediatra. “A princípio os pais podem recorrer ao pediatra para que ele averigue a situação. Em casos de detecção e agravo de alguma doença renal, ele irá direcionar a um pediatra especializado em nefrologia existente no estado”.

BCCOM Comunicação

Assessoria de Imprensa
82 3326.3839 | 82 8802.0271
bccom1@uol.com.br

Galeria de Imagens