Bloco Doces Guerreirinhos arrasta foliões no Hospital do Açúcar

Bloco Doces Guerreirinhos arrasta foliões no Hospital do Açúcar

19:40 22 fevereiro in Últimas Notícias

O Bloco Doces Guerreirinhos, organizado pelo serviço da Oncologia Pediátrica do Hospital do Açúcar, arrastou crianças, familiares e colaboradores pelos corredores e setores da unidade, na manhã desta quarta-feira,22.

Entre fantasias e confetes, agitados pelos embalos do frevo, os pequenos da Oncologia Pediátrica deram uma pausa no tratamento para aproveitar a folia carnavalesca, sob a animação do Coral Vida e Arte, do próprio hospital, acompanhado do som instrumental da orquestra popular de frevo.

“Esses momentos de descontração ajudam bastante para amenizar a rotina do tratamento. Meu filho fica ansioso para participar das festividades. Fico feliz por ele  se divertir bastante”, declarou, entre um frevo e outro,  a mãe do pequeno José Emanuel, dona Maria Tereza.

Segundo a líder do serviço de Oncologia Pediátrica do Hospital do Açúcar, Fabiana Medeiros, o “bloquinho”  veio para engatar um novo ânimo no processo de tratamento. “Com esse trabalho lúdico e integrado, estamos alcançando resultados importantes sobre a autoestima e disposição das crianças. Construímos uma imagem leve sobre nosso serviços no intuito de condensar a rotina de tratamento”, esclarece. “Nossas festividades são bastantes aguardadas justamente por levar um pouco mais ânimo em meio ao processo de tratamento e medicações”, emendou.

O bloco Doces Guerreirinhos saiu da Casa da Criança, seguiu pelos consultórios do Centro Médico, setores administrativos, direção e departamentos de internação do Hospital do Açúcar. Dezenas de foliões seguiram o percurso. Alegria, disposição e irreverência não faltaram.

Doces Guerreirinhos

Este ano, o antigo Bloco Casa da Criança abriu passagem para uma nova agremiação – “Doces Guerreirinhos”.

Abraçado por todos os setores, o “bloquinho” é visto com carinho pelas gerências e diretoria do Hospital do Açúcar.

“Propor um ambiente leve e alegre às crianças em tratamento também virou nossa missão. Mesmo num período de dificuldades, o Hospital tem dado atenção a essas demandas, com carinho, para oferecer um ambiente humanizado, esse que por tantas vezes é considerado hostil. Tudo para que possamos ajudar a superar o sofrer”, conta gerente de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas, Ana Costa.

A ação, segundo a gerente, já foi incorporada no calendário de evento do Hospital através da Comissão Sócio Cultural, com apoio e acolhimento da direção do Hospital do Açúcar.


BCCOM Comunicação

Galeria de Imagens