Ação simultânea do Hospital do Açúcar conscientiza usuários sobre Hemofilia e o vírus H1N1 na próxima quarta (20)

Ação simultânea do Hospital do Açúcar conscientiza usuários sobre Hemofilia e o vírus H1N1 na próxima quarta (20)

19:44 19 abril in Últimas Notícias

Em alusão ao Dia Internacional do Hemofílico, na próxima quarta-feira (20),  a gerência de enfermagem do Hospital do Açúcar realiza ação de promoção à saúde e conscientização, no estacionamento da unidade, a partir das 9h.

Com banners e palestras, integrantes do setor estarão chamando atenção dos pacientes e colaboradores sobre o desenvolvimento da Hemofilia, doença pouco debatida no âmbito social. Segundo a coordenadora do serviço de enfermagem, Marcele Perdigão, o objetivo é desmistificar  boatos atribuídos aos portadores da doença. “Em plena sociedade da informação e esclarecimento, precisamos lembrar que a hemofilia ainda não tem cura, mas tem tratamento”, advertiu. A hemofilia é um distúrbio genético e hereditário que afeta a coagulação do sangue e se manifesta principalmente em pessoas do sexo masculino. Seu tratamento, no Brasil, é realizado com medicação de alto custo que é distribuída gratuitamente pelo Ministério da Saúde.

A função de interlocutor de saúde tem sido um das bandeiras, segundo Marcele, defendidas pela equipe do Hospital do Açúcar. “Se tratando de saúde, toda informação é muito bem-vinda e merece ser ouvida com atenção. Por muitas vezes, em uma simples conversa com os usuários, a gente leva contribuição ao orientar e encaminhá-los aos cuidados de um especialista”, frisou.

H1N1

Em paralelo a ação do Dia do Hemofílico, outra equipe de enfermagem também promove palestras e apresentação de banners sobre o vírus H1N1  e a Influenza A. A proposta é levar mais informações e alertar sobre medidas de prevenção vistas ainda como melhores alternativas à contração da ‘Gripe A.

Em função dos casos confirmados no país e suspeitas de mortes pela apresentação dos sintomas, Marcele, informa que ação se engaja como forma de disseminação da campanha nacional de vacinação e  combate ao vírus: “estamos diante de um momento delicado de saúde com alerta da expansão do vírus Zika e H1N1, por isso, a melhor alternativa, sem dúvida, é a política de prevenção”, aconselhou.

Atenciosamente,

BCCOM Comunicação
Assessoria de Imprensa
82 3326.3839 | 82 8802.0271
bccom1@uol.com.br